9 julho, 2019
0

Os melhores looks da Semana da Alta Costura 2019 em Paris

A Semana da Alta Costura 2019 apresentou as coleções de marcas famosas. Alta Costura é uma coleção relacionada a técnica da construção de cada peça. O termo só é dado para a peça construída toda artesanalmente, à mão, do começo ao fim. São peças únicas e exclusivas, não podendo existir mais de uma peça igual.

Este termo é dado ano a ano por uma comissão parisiense que elege as marcas aptas a construir peças com essas características técnicas, de alta qualidade e precisão, as marcas fazem essa coleção mais como imagem de marketing para mostrar que são capazes de ter e criar algo perfeito e exclusivo.

“O desfile tem que vender sonho e não ‘roupa’. Um dos grandes erros de algumas marcas é apenas desfilar ‘roupa’, montar um look sem graça, sem nenhum truque novo de styling ou proporção”, diz Manuela Carvalho.

Dior

Durante a semana da alta costura 2019, todas as luzes da cidade luz estiveram apontadas para os grandes nomes da indústria da moda – Paris recebeu as novas coleções. A Dior vestiu-se de negro, apresentando as propostas de Maria Grazia Chiuri, na Avenue Montaigne.

Maria Grazia Chiuri recebeu uma das mais altas condecorações de França, a Legião de Honra, por ter revigorado a Casa Dior e for ter colocado o feminismo acima da feminilidade.

A vibração gótica apareceu com vestidos longos, fatos pretos e plumas negras. A escolha da cor preta para esta coleção teve o intuito de fazer com que o espectador volte toda a sua atenção para a construção das peças, ou seja, os detalhes, como os bordados, rendas e brocados, revelando assim o processo para se chegar ao resultado almejado.

Dior na Semana da Alta Costura 2019

 

Chanel

A Chanel apostou em peças comportadas ideais para uma tarde de estudos na biblioteca. Então, várias modelos usaram óculos, e os looks recatados dominaram a passarela. As modelos circularam ao redor de uma estante de livros enorme no segundo desfile de alta costura da estilista Virginie Viard para a grife francesa.

Chanel na Semana da Alta Costura 2019

A marca preservou muitos dos elementos que reconquistaram fãs e clientes ricos ao longo dos anos, incluindo seus famosos ternos de tweed, um terninho malva com calças largas. Aliás, uma apresentação de peças únicas revelou abordagens elaboradas do clássico da Chanel.

desfile da Chanel

 

Iris Van Herpen

A estilista Iris Van Herpen, apresentou uma coleção chamada “hipnose” que combina transparências, superposição e movimento… Para criar uma ilusão ótica! A estilista, sempre colabora com artistas, arquitetos e engenheiros para desenvolver suas coleções. Além disso, ajuda a transformar em realidade seus pensamentos e ideias, usando a moda como plataforma para experimentação e inovação.

Segundo o Fashion Forward do jornal UOL, a coleção consiste em 19 peças que fluem enganosamente através de transparências. São multi-camadas que se movimentam ao redor do corpo, feitas em uma antiga técnica de tecelagem de seda que remete à natureza ilusória da percepção humana.

A técnica Hypnosis envolve a plotagem de milhares de ondulações que se movem continuamente através de cada movimento do corpo.  São projetadas para se moverem mais rápido do que nossos olhos conseguem acompanhar. Assim, faz com que gere a dúvida se estamos olhando para um material que existe de fato ou algo digital.

Iris Van Herpen na semana da alta costura

Eu sou apaixonada pelas novidades que foram apresentadas na Semana da Alta Costura 2019! E você? O que achou sobre tudo isso?

Me conta nos comentários!

 

 

Relógios

0

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *